Bem vindo ao Sítio da Mata

Bambu Mosso (P. Edulis)

Bambu Mosso (P. Edulis)

Disponível: Em estoque

R$ 26,00
Metros
Quantidade Mudas: 0
Desconto 0,00
Valor Final 0,00

Informe seu CEP para calcular o valor da entrega

Bambu Mosso (P. Edulis) está disponível somente na quantidade mínima de 1 itens
Descrição

P. edulis é um bambu alastrante (monopodial), mas é possível conte-lo com trincheiras ao redor da plantação. Muito bonito, funciona ao mesmo tempo para erosão, ornamentar o local e, ainda, é fonte de madeira para o futuro. Na China é muito utilizado para diversos produtos.

 

Velocidade de crescimento, se não podado:

  • Tempo (anos) - Altura (metros)
  • 1º ano: 2,50 a 4,00 
  • 2º ano: 5,00 a 7,00 
  • 3º ano: 9,00 a 11,00
  • 4º ano: 12,00 a 15,00
  • 5º ano: 16,00 a 20,00

Em poucas semanas o bambus estará enraizado e soltara nova brotação, o que colaborara para conter o terreno.

 

Características da espécie:

  • folhas e hastes verdes
  • altura: de 15 a 25 metros
  • diâmetro: 12 a15 cm
  • ornamental 
  • clima: temperado 
  • temperatura mínima: -19º C 
  • origem: China

 

Característica das mudas:

  • mudas rustificadas e prontas para o plantio;
  • altura: 2 metros 
  • caules: 1 caule 
  • embalagem: saquinhos de 25X25 cm

 


Veja abaixo estudo feito sobre bambus e erosão:

Em recente estudo intitulado "Integrated Management of Bamboo Resources in the Colombia Coffee Region" pela Techonological University of Pereira, Colômbia e CIEBREG, constatou-se que uma plantação de bambu retém mais sedimentos do que outras culturas além de mudar a estrutura do solo (figura abaixo):


 

No gráfico acima, é explicitado que uma plantação de bambu Guadua deixou o solo mais resistente contra erosão (5,47 mm): melhor estrutura representada pela media do diâmetro dos agregados do solo (ADSA).

Com relação a perda de solo, temos que o bambu retém mais sedimentos do que outras culturas. Para provar isto, foi feito o seguinte trabalho:



1) selecionou-se cinco áreas padrão que foram degradadas por 30 anos com o mesmo tipo de solo (108 metros quadrados);

2) colocou-se reservatórios de água na parte mais baixa do terreno visando coletar os sedimentos ou perda de solo pela chuva;


3) as áreas foram expostas ao cultivo de arvores, bambu, plantações temporárias (feijão),regeneração natural da vegetação e pasto;

4) foram colhidos sedimentos durante sete meses;


5) o resultado da perda de solo foi o seguinte: 


  • Regeneração natural: 0,15 toneladas de perda de solo por ha;

  • Plantação de arvores: 0,14 toneladas de perda de solo por ha;

  • Bambu: 0,11 toneladas de perda de solo por hectare;

  • Plantações temporárias: 0,26 toneladas de perda de solo por ha;
  • 
Pasto: 0,15 toneladas de perda de solo por ha.

 

Fonte: World Bamboo Congress, 2009

Temos com isso uma prova de que o bambu reteve mais sedimentos.

Já foi constatado em trabalhos científicos que bacias hidrográficas aumentaram devido a plantações de bambu e ainda que é possível descontaminar solos com seu uso.

 

 

 

 

Politica de Troca Devoluções e Reembolso Política de Troca Devolução e Reembolso

Instruções de Plantio

 

1- Medição da área, talude ou aterro:

Medir a área do talude que pretende-se conter erosão em metros quadrados (BaseXAltura).

  • Aconselhamos medir pela planta da propriedade, medição in loco ou através do Google Earth (download clique aqui)
  • No Google Earth é possível visualizar a propriedade e, através da régua na parte superior da tela, medir a metragem do local que pretende-se conter erosão.


2- Espaçamento:

Para contenção de erosão, aconselhamos o plantio de uma muda por metros quadrado até uma muda a cada cinco metros quadrado de forma intercalada (desenho abaixo):

 

 

Com esta paginação a agua perdera velocidade e, consequentemente, a erosão será menor.

 

3- Plantio:

  • Abrir covas de 30 cm de profundidade por 30 cm de largura para cada muda; 
  • Em cada cova, acrescentar o adubo de sua preferência mantendo as seguintes proporções a seguir, misturarando ao solo de maneira uniforme:
    • Adubo Orgânico - 1,5kg
    • NPK formulados-supersimples ou fosfatos - 60g
    • Kit Pronto do Sitio da Mata - 1 kit (veja aqui)

 IMPORTANTE: esse procedimento deve ser realizado 3 dias antes do plantio. Molhar a cova 1 vez por dia durante os 3 dias para que o adubo não queime as raízes;

 

4 – Tratos com as mudas: 

a) Mudas enviadas via SEDEX ou PAC:

Se o local onde pretende-se formar a cerca viva for seco, degradado e com pleno sol durante a maior parte do dia, aconselhamos, quando as mudas chegarem, seguir os procedimentos abaixo. Se o local for úmido e com alguma sombra, pode-se plantar diretamente os bambus no local definitivo.


Procedimento para local seco e agressivo às mudas:

  • Remover o algodão (ou estopa) das raízes;
  • Plantar as mudas em saquinhos pretos (enviados junto às mudas na caixa) utilizando solo adubado e que possua boa drenagem;
  • Colocar as mudas plantadas nos saquinhos em um local sombreado, mas com boa iluminação. O importante é evitar a exposição direta ao Sol. Procurar locais como sombra de árvores ou sombrite;
  • Manter o solo dos saquinhos sempre úmido, mas sem encharcar, por cerca de 2 semanas. Nesse período as raízes irão crescer e se fortalecer para o plantio no local definitivo.

 

Procedimento para local úmido e meio sombreado:

  • Remover o algodão (ou estopa) das raízes;
  • Plantar nas covas preparadas anteriormente.

 

b) Mudas enviadas via caminhão

  • Quando as mudas chegarem, retirar o saco plástico das mudas com cuidado para que a terra não desgrude totalmente das raízes (as mudas estão em terra boa com adubo nos saquinhos). 
  • Plantar as mudas nas covas preparadas previamente de modo a cobrir todo o torrão de terra. Para o bambu desenvolver de maneira adequada o solo deve ser mantido úmido nas primeiras semanas.

 

5-Manutenção dos bambus:

  • Retire as plantas daninhas que crescerem muito próximas à touceira de bambu no período inicial do desenvolvimento (1° ano).
  • Fazer o coroamento das touceiras com adubos mantendo as proporções a seguir:


Adubo Orgânico

 

  • 1 ano - 300 gramas a 1 kg (tres vezes por ano)
  • 2 ano - 1 kg até 3 kg (tres vezes por ano)
  • 3 ano - acima de 3kg (três vezes por ano)


Formulados (NPK) - 10;10;10

  • 1 ano - 100g
  • 2 ano - 200g
  • 3 ano - 300g


Formulados (NPK) - 20;5;20

  • 1 ano - 80g
  • 2 ano - 150g
  • 3 ano - 250g
Importante: O coroamento com adubo NPK deve ser feito no período das chuvas. Não deixe que o adubo fique em contato direto com os brotos para evitar queimaduras.
  
 

Kit Manutenção do Sitio da Mata

 

 

Pensando em tornar seu plantio mais fácil, o Sitio da Mata oferece adubos na exata medida para o uso, conheça todas as opções disponíveis clicando aqui.
 
 
 Qualquer dúvida estamos à disposição.

 

Como Enviamos

CUSTO DE ENVIO

Para cotação de frete, preencha a quantidade de mudas no quadro acima e clique em adicionar ao carrinho. Na próxima pagina coloque seu CEP e aparecerá o valor.

MODO DE ENVIO

Enviamos nossas mudas por SEDEX/PAC ou caminhão para todo o Brasil, semanalmente. Por SEDEX ou PAC, as mudas são enviadas com a raiz nua conforme sequencia abaixo.

1º- Separamos as mudas desejadas que estão plantas em saquinhos de 25X25 cm (largura por altura) em nosso viveiro no município de Tietê-SP:

2º- Retiramos as mudas dos saquinhos (balaios):

3º- Lavamos cada muda até que toda a terra seja retirada e sua raiz fique “nua”:

4º- Envolvemos a raiz da muda em algodão molhado ou estopa, para manter a planta hidratada durante o período de envio:

5º- Para que a agua não evapore do algodão, enrolamos com plástico filme:

6º- Acondicionamos cuidadosamente as mudas em sacos plásticos:

7º- Acomodamos devidamente as mudas em caixas de acordo com a quantidade solicitada:

8º- Despachamos a caixa nos correios:

IMPORTANTE

Neste processo, as mudas suportam em média de 10 dias dentro da caixa.

 

FRETE POR CAMINHÃO:

Via caminhão, as muda são enviadas em saquinhos de 25X25 cm com terra. Trabalhamos de três formas por caminhão:

1ª - até 300 mudas: caminhão próprio 

  • valor: 7km por litros a R$ 2,90 o litro + pedágio + R$ 100,00 (motorista)

2ª - de 300 a 1.200 mudas: caminhão terceirizado 

  • valor: R$ 1,65 o quilometro rodado + pedágio 

3ª – mais que 1.200 mudas: caminhão terceirizado 

  • custo por volta de R$ 2,00/km a ser cotado caso a caso. 
FAQ

Para maiores quantidades o Sitio da Mata Bambus oferece descontos?

Sim, nossos descontos são progressivos para maiores quantidades.

 

Qual o tamanho das mudas?

Nossas mudas do Phyllostachys edulis (Mosso) tem 2 metros de altura, em media, e podamos para 60 cm no caso de envio por SEDEX ou PAC.

 

Como são as mudas?

As mudas estão enraizadas, tem um caule, são rustificadas e prontas para o plantio.

 

Qual embalagem as mudas são enviadas?

As mudas estão plantadas no viveiro Sitio da Mata Bambus em Tiete-SP em saquinhos de 25X25 (25 cm de altura por 25 cm de diâmetro). Para envio por SEDEX ou PAC enviamos as mudas com a raiz nua (veja na aba ao lado como enviamos). No caso de envio por caminhão ou quando retiradas no viveiro, as mudas estarão em saquinhos.

 

As mudas tem garantia?

Se ocorrer perdas por alguma eventualidade, o Sitio da Mata repõe as mudas após receber foto das condições das mesmas.


Qual distancia a touceira deve estar de muros, cercas ou vizinho?

Aconselhamos espaço de um metro entre as touceiras do bambu Phyllostachys edulis (Mosso) e muros, cercas ou vizinhos.

 

Phyllostachys edulis (Mosso) alastra no terreno?

Sim, este bambu é levemente alastrante e necessita de contenção, que é fácil, como segue:

  • abrir pequenas valas ao entorno dos bambus e a cada 6 meses passar enxada limpando as raízes. Bambu tem raízes rente ao solo, portanto fácil de conter. Veja foto abaixo:

 

  • caso o local seja, por exemplo, um canteiro ou espaço entre muro e calçada onde a terra é limitada, a contenção não será necessária.

 

O bambu ira secar o terreno?

Não, pelo contrario. Bambu, diferentemente do eucalipto, faz com que terrenos degradados e secos recuperem a umidade e vitalidade colaborando para o ressurgimento de antigas nascentes.

 

Qual o tempo de crescimento do Phyllostachys edulis (Mosso)?

Veja abaixo a velocidade de crescimento, em anos, para mudas adubadas conforme nossa instrução de plantio:

Tempo (anos) - Altura (metros)
1º ano: 2,50 a 4,00
2º ano: 5,00 a 7,00
3º ano: 9,00 a 11,00
4º ano: 12,00 a 15,00
5º ano:16,00 a 20,00

Em poucas semanas o bambus estará enraizado e soltara nova brotação, o que colaborara para conter o terreno.

 

Como funciona o crescimento do bambu?

Bambus crescem de forma peculiar quando comparados com madeira. Novos colmos ou caules nascem anualmente. Os colmos funcionam como estruturas telescópicas (antenas de automóvel, por exemplo), acumulando primeiro o crescimento em diâmetro para depois crescer longitudinalmente, em alta velocidade. Inicialmente, os brotos e colmos são menores.

Anualmente nascem novos colmos com o dobro de diâmetro dos anteriores, até que atingem a maturidade. Em três anos, aproximadamente, os bambus estarão maduros e com colmos mais largos.

 

Quanto devo regar a muda de bambu?

Quando for feito o plantio das mudas, é importante manter a terra úmida mas não encharcada no inicio (primeiro mês). Recomendamos a rega a cada três dias, se não chover, obviamente. A maioria das espécies de bambu não se adapta bem em terrenos alagados como pântanos onde a agua é perene. Se houver enchentes de 3 meses por ano, como em beira de rios, por exemplo, não ha problemas.

 

Esse bambu demanda muitos cuidados?

Não, na verdade bambu é uma planta rustica que não demanda muitos cuidados. Vai bem na maioria dos solos, arenosos e argilosos, pobres e ricos, gosta de chuvas entre 700 e 2.000 mm por ano, o que é a maioria do Brasil, por exemplo.

Quando adubado e regado adequadamente, bambu tem crescimento mais rápido. Por ser uma gramínea, responde bem a adubação.

 

Como funciona a adubação dos bambus?

Veja instrução de plantio na aba no inicio desta pagina.

 

Bambu atrai cobra?

Não, folclore.

 

Bambu atrai gado?

Nunca tivemos ocorrência de problemas com gado. Quando a muda ainda for pequena, é interessante protege-la de pisoteamento com cercas ou não deixar o gado solto. A partir do segundo ano, com os bambus ja maiores, não haverá problemas.

 

Bambu atrai formigas?

Não, diferentemente do eucalipto, bambu não atrai formigas e não é necessário aplicar formicidas.

 

Bambu vai bem em qualquer tipo de solo?

Sim, bambu vai bem em solos arenosos, argilosos, pobres e ricos. Quando o solo for muito compacto (duro), recomendamos afofar a terra para que haja boa drenagem e o crescimento do bambu seja mais rápido. Se for solo pobre, é interessante adubar, pois bambu responde bem a adubação.

 

Esta espécie vai bem em todo o Brasil?

O bambu Phyllostachys edulis (Mosso) vai bem em regiões temperadas e mais frias, apesar de termos informações de que também funciona em climas tropicais e sub tropicias, chuvas entre 1.000 mm e 2.000 mm por ano e suporta -19º C de temperatura.

 

Qual o regime de chuvas que bambu vai bem?

Bambu vai em regime de chuvas de 700 a 2.000 mm por ano. Em Brasília, por exemplo, chove 1.500 mm por ano.

 

Esta espécie vai bem em lugares alagados?

Não, o Phyllostachys edulis (Mosso) não gosta de terrenos alagados por mais de 3 meses por ano. Em pântanos ou quando em contato com agua permanente, este bambu acaba amarelando e morrendo.



Vento pode quebrar o bambu?

Colmos (varas) de bambu são leves e flexíveis e envergam quando em contato com fortes ventos e tempestades. Bambu é exemplo de simplicidade e humildade, pois quando em tempestade, verga e aguarda passar essa situação difícil para quando melhorar o tempo, voltar para sua plenitude.