Bem vindo ao Sítio da Mata

Por que Bambu

Em um país tão vasto como o Brasil, com sol em abundancia, terras, água, calor, nenhum empecilho como furacões, terremotos, vulcões, achamos que o bambu é ainda pouco explorado.

Uma planta fascinante com mais de 4.000 usos catalogados e 3.500 anos de historia oferece múltiplas possibilidades. O bambu, por exemplo, pode ser usado na medicina, química, afrodisíacos, bebida, carvão, energia, pisos, aglomerados, tecidos, cordas, papel, artesanato, paisagismo, construção civil, aviação e muito mais.

O primeiro filamento utilizado em uma lâmpada por Thomas Edison foi feito a partir de carvão de bambu, um dos primeiros aviões, o Demoiselle, feito por Santos Dumont, foi fabricado a partir de bambu, a cúpula do Taj Mahal foi baseada em estrutura de bambu, a primeira planta que nasceu após a explosão atômica de Hiroshima foi um bambu. Estima-se que o bambu contribua para a subsistência de mais de um bilhão de pessoas no globo.

O bambu é uma planta do período cretáceo, antes do inicio da era Terciaria quando surgiu o homem. Com aproximadamente 1.300 espécies e 70 gêneros ao redor do globo, principalmente nos trópicos e regiões temperada (figura abaixo), existem bambus de 15 cm até 40 metros de altura com diferentes cores e formatos.

Os bambus nativos crescem em todos os continentes, com exceção da Europa, sendo que, aproximadamente 62% das espécies são nativas da Ásia, 34% das Américas e 4% da África e Oceania.

O bambu é o recurso natural que se renova em menor intervalo de tempo, não havendo nenhuma outra espécie florestal que possa competir com o bambu em velocidade de crescimento e de aproveitamento por área (JARAMILLO, 1992). É uma planta de grande potencial agrícola, pois além de produzir matéria prima, protege o solo quanto a contaminações e erosão.Devido às qualidades citadas e outras que estão expostas nesse site, o Sitio da Mata Bambus vem atuando na comercialização de mudas e consultoria quanto ao uso do bambu.

Ao longo dos anos o uso do bambu, antes restrito às atividades artesanais e ao paisagismo, vem gradualmente se direcionando para a área industrial. As características de rápido crescimento e rusticidade tornam esta aplicação extremamente interessante e competitiva em relação a outras fontes no nosso país. O bambu é considerado um material de grande potencial por apresentar baixo custo de produção, crescimento rápido e de fácil manejo. É apto a ser utilizado em grandes áreas de reflorestamento, com a vantagem de se reproduzir assexuadamente não necessitando de replantio. Ele também possui funções ambientais, como absorver grandes quantidades de carbono, conter erosões e diminuir a pressão sobre as florestas naturais, uma vez que suas propriedades físico-mecânicas lhe conferem diversos usos que podem substituir a madeira.

No Brasil, o bambu é encontrado em quase todo o território e em quantidades consideráveis. No entanto é ainda pouco explorado e pesquisado. Entretanto, dentre as inúmeras possibilidades de utilização ao natural ou processado, algumas delas têm contribuído para sua divulgação e conhecimento no Brasil. Exemplos de países vizinhos e o conhecimento trazido de países asiáticos estão contribuindo para iniciativas que envolvem o bambu como matéria-prima. Em vista destas possibilidades, o Sitio da Mata iniciou seus trabalhos para atender este mercado. Oferecemos espécies diferentes de bambu utilizadas para paisagismo e fins industriais.